Daquilo que eu chamo de amor:

by - agosto 15, 2010



Eu vejo a noite passar
Eu brinco de aprender
Vejo o destino chegar
Sempre trazendo você

Pode Ser Que Gostes

0 flores

Sinceridade é o único requisito