21.8.11

Tenho de ti uma das coisas que mais te caracteriza, o teu coração. 6 meses e muitos mais

Nem todo o meu coração consegue transcrever para o papel todo este amor lindo que sinto por ti. Torna-se cada vez mais complicado traduzi-lo verbalmente, por gestos, por olhares, corporalmente, ou silenciosamente. É tão grande que só me apetece-me gritar o quanto é bom amar do teu lado.
Nunca pensei que amar fosse esta felicidade inteira que me dás ao corpo, à alma, à mente, ao coração. Nunca pensei que amar me fizesse crescer tanto interiormente.
Sinto-me cada vez mais jovem. Vamos regredindo positivamente para uma idade mais infantil que nos faz agir de formas tão loucas, mas ao mesmo tempo vamos ganhando uma mentalidade enorme no que toca numa vida a dois.
Aos poucos e poucos vamos construindo um futuro maravilhoso para nós, com ideias de casa, de nomes de filhos, de raças de cães, de armários de cozinha, tudo!
E sabes o que te digo? Quando me refiro a a nós como os mais felizes do mundo não uso uma única hipérbole, uso apenas a verdade revestindo cada letra das palavras que formam uma das frases mais belas do mundo.
Agradeço-te por ter de ti uma das coisas que mais te caracteriza, o teu coração. Agradeço-te por me levares a conhecer o mundo sem sequer sairmos do mesmo sítio. Essa tua cultura dá comigo em louca. Admiro-te mais que muito meu orgulho e não é por acaso que sempre que entro no autocarro com destino a minha casa choro, porque "abandono" o meu lar: TU!

1 comentário:

Sinceridade é o único requisito