17.6.10

Em contramão

Vou andar
Sozinha pela rua
Vou andar
E vou chamar-me tua
Vou andar
Nua sem vestir o medo
De te amar
Vou andar
Esse caminho longo
Que me leva a percorrer
O teu corpo
E não vou correr
Parar nunca te perder
Desse caminho

1 comentário:

Sinceridade é o único requisito