28.11.10

Irmã de sangue

Gostava que fosse tudo diferente. Gostava de viver junto a ti. Gostava de partilhar todos os meus sonhos contigo e realiza-los a teu lado, como naquelas lindas semanas que passamos juntas, esse era o sinónimo de felicidade.
Nunca, jamais julguei ser o que sou na tua vida, jamais julguei que viesses a ser o que és na minha e olha que é muito. Quem me dera que percebesses o que realmente és para mim, todo o significado que tens, estas palavras não chegam, mas todas as vezes em que estamos juntas (por mais raras que sejam), são maravilhosas. Adoro que as minhas almofadas ganhem o teu cheiro, que a minha cara fique cheia de olheiras, porque passamos a noite toda acordadas, adoro que saibas de cor cada traço meu, adoro saber de cor cada traço teu.
Se imaginasses o quão feliz fico, quando de repente o meu telemóvel treme e aparece "a receber chamada de "MELHOR IRMÃ", fico toda apressada para atender e quando oiço a tua voz, fico tão mais calma. És uma princesinha, a minha princesinha. Queria que vivesses comigo, era a loucura. Era o maior desejo realizado. Amo-te por tudo o que passamos, Amo-te por tudo o que sou contigo. Amo-te por tudo e nunca te esqueças que por mais que eu me torne desesperadamente outra pessoa, olha-me nos olhos e encontrarás a tua irmã.

4 comentários:

Sinceridade é o único requisito