16.11.10

A vida é um jogo

Damos aos outros o melhor de nós, damos aos outros tudo o que temos ( e o que não temos, também), damo-nos aos outros, colocamo-nos nas mãos deles como uma rainha se coloca num tabuleiro de damas e esses outros movem-nos com o objectivo de fazer cheque-mate.
Já ouvi dizer por ai que a vida não passa disso mesmo: um jogo. Existem as regras, os peões, o tabuleiro e o tempo. Como todos os jogos, quando já não restam alternativas luta-se para sobreviver, e quando se perde escolhe-se novas peças, um jogo diferente e começa-se de novo. Nunca tinha acreditado no que se dizia por ai, mas a vida é um pouco disto. Há o desafio, os "adversários", os "aliados", e temos sempre o mesmo objectivo: Ganhar.
Há jogos que viciam e nós somos todos uns viciados, acabamos todos por jogar este jogo que é a vida.

13 comentários:

Sinceridade é o único requisito