12.12.10

onde andas, Joana Filipa?

Querida Joana,

Adorava saber como estás.
Bem, já não tenho notícias tuas desde que fomos para o 1º ano e vê lá tu há quanto tempo foi, já passam 12 anos.
Não sei se continuas cá por Gondomar ou se foste morar para outro sítio. Sei que a tua madrinha morava na estrada D.Miguel, ainda me lembro da casa dela, ela tinha uns quadrados de pedra no chão do jardim e lembro-me de irmos para lá saltar, como se estivéssemos a brincar à macaca ou algo do género.
Lembro-me que o teu pai foi para o céu, nessa época do infantário e acho que ficaste a viver sozinha com a tua mãe.
Temos uma foto juntas, daquelas de grupo, na expo98, com uns chapéus amarelos do infantário.
Tenho o número de telefone da tua avó, naquele livrinho de finalistas, mas acho um abuso ligar para ela e nem sei se o número é o mesmo ou se ela continua entre nós. Lamento a minha falta de coragem.
Queria mesmo reencontrar-te, nem sei se ainda te lembras de mim, mas dava tudo para ver como estás agora, para ver se sou maior que tu, se temos pesos semelhantes, em que área estás, qual é a tua cor favorita, a tua comida, o teu filme, a tua melhor amiga, se tens o cabelo comprido, se o pintaste, se róis as unhas, o teu estilo, a tua escola...
Tu foste a minha primeira melhor amiga, apesar de não se ligar muito a isso na altura, mas foste a primeira e queria saber de ti Joana, saber de ti.
Faltam-me amigas, as poucas que tenho são boas, mas voltar a ter-te não tinha mal nenhum. Se algum dia te lembrares de mim, procura-me e se algum dia me encontrares, contacta-me. Tu Joana, tu sempre foste mais corajosa que eu.
(ps: quando encontrar a foto dos chapéus amarelos, ponho-a aqui)

7 comentários:

  1. nao sei ao certo.
    gostei das tuas palavras

    ResponderEliminar
  2. porque pelo andar disto, nada vai ser como eu quero :c

    ResponderEliminar
  3. adoro este texto, espero que a encontres (:
    também tinha amigas assim que gostava de (re)encontar

    ResponderEliminar
  4. eu compreendo que sim, por acaso nunca tive alguem que gostava de encontrar tirando um amigo meu que foi para inglaterra e perdi contacto.

    ResponderEliminar
  5. obrigada minha menina, muito muito obrigada!
    eu sei que o facto de não teres dado , não muda , simplesmente fizeste-o para marcares a diferença, para seres especial.
    és uma pessoa com grande destaque na minha vida e tu sabes, eu amo-te, como a uma irmã.
    tantas coisas já aconteceram no nosso meio, coisas boas e coisas más e aprendemos com toda elas.
    sempre te dei valor, sempre te mostrei que me irias ter ao teu lado, quer para sorrir, para chorar , se assim o fosse preciso.
    eu admiro-to muito e tu sabes, sabes que te quero sempre comigo, porque não quero que me deixes, nunca.
    faço tudo por ti, e no que depender de mim, vais sempre estar bem, sempre.
    amo-te muito, és a minha anja e nunca te vou trocar por ninguém, prometo.
    amo-te miúda, amo-te muito ♥

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito