29.3.11

(Muita) Dor

Está-me a matar por dentro.. olhar-te nos olhos e ver o teu olhar triste sobre mim. Contigo perdi medos, somei vitórias, quebrei barreiras, colhi felicidade. Aprendi a depender de ti.  Contigo, aprendi que existe alguém ainda mais louco que eu, que faz os possíveis e os impossíveis para vir ter comigo todos os dias. Aprendi a correr atrás do quero. Contigo passei a ter objectivos, sonhos, motivos de vida e todos eles giram em torno de ti. Aprendi a gostar de alguém mais do que de mim própria. Sabes o que isto é? Amor. O meu único medo, é o de te perder.. e este aumenta dia após dia. Imaginar-te longe de mim, com o coração ocupado por outra pessoa, dói-me.
Parte-me o coraçãozinho saber que estás magoado. A tua dor, recaí sobre mim em dobro e isso mata-me.
Eu não queria que estivesses assim, jamais. Só quero é que metas nessa tua cabeça, que não existe mais ninguém para além de ti e que ninguém vai aparecer dum passado bem apagado e mexer comigo, sabes porquê? Porque a minha loucura por ti é tanta, já é doença, que faz com que isso seja impossível de acontecer.
Eu quero o melhor para ti, o melhor para ti será sempre o melhor para mim (independentemente daquilo que for), porque eu só sorrio, quando tu sorris. E neste momento tenho o coração nas mãos, porque não me sai da cabeça o momento em que te olhei nos olhos e vi o teu olhar triste sobre mim.

9 comentários:

Sinceridade é o único requisito