16.10.11

É possível

Sinto cada vez mais amor a correr-me nas veias, 
cada vez mais amor a bater-me no coração.
Tenho a cabeça cada vez mais cheia de recordações,
as mãos cada vez mais a transbordar de ti,
o meu corpo cada vez mais cheio de arrepios de felicidade.
Sinto cada vez mais ser possível, sentir cada vez mais um pedacinho de tudo.

27 comentários:

  1. fica sempre bem agradecer (:
    escreves muito bem querida.

    ResponderEliminar
  2. só quando a inspiração vem leve e permanece forte. há dias em que não consigo escrever nada.

    ResponderEliminar
  3. De nada :)
    Pena que este Outono ainda não se faça sentir por inteiro *

    ResponderEliminar
  4. sabes bem que não há nada para agradecer, meu amor :) amo-te.

    ResponderEliminar
  5. Gostei. Aproveito para deixar o endereço do meu blog:
    http://viagemsemretorno.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito