30.6.12

I found you


Fazes-me amar, sentir amada, fazes-me feliz, acompanhada, dás-me a mão, abraças-me, respeitas-me, olhas-me nos olhos, dás-me carinho, és sincero. fazes-me (não só) gostar de mim, como de ti também (mais de ti, do que de mim).
Tens defeitos, tens vícios, mas nunca eles te tornaram menos perfeito. 
Vivemos no mundo das maravilhas, em que só existe sol, sim s-o-l e todo o ano, nunca faz chuva neste mundo.
Vamos imensas vezes à praia, rebolamos na areia, mergulhamos nas águas geladas do mar e ao fim do dia, com a tua mão sobre a minha, vemos juntos o por-do-sol, nunca o por-do-sol foi tão bonito, nunca mesmo (...) levanta-mo-nos, sacudimos a areia que temos colada a nós e caminhamos pela praia fora, até casa. 
A chegada a casa dá-se por terminada com imensas gargalhadas, senta-mo-nos na cadeira-baloiço da entrada e ficámos a olhar um para o outro.  
E dizemos:
- quero voar contigo; quero ir ao céu, ao fim do mundo contigo; quero-te amar, como hoje amo; quero que me ames, como hoje amas; quero passar o amanhã ao pé de ti; e quando já formos velhinhos, quero que recordemos tudo o que hoje fazemos; quero me deitar ao teu lado na cama e aquecer os teus pés com os meus; quero adormecer a olhar para ti; quero poder rebolar na areia, mergulhar nas águas do mar e ver o por-do-sol do teu lado, que vai ser mais bonito que agora (como se fosse possível); e quando um dia deixares de respirar e fechares os olhos, eu também quero, porque não aguentarei esperar pelo dia em que chegue a hora de nos encontrarmos num sempre.

1 comentário:

Sinceridade é o único requisito