11.7.12

Laranjas impossíveis

Nem sei se deva continuar com o blog. O principal motivo para que o utilizo é para te escrever, e para falar a cerca de nós e neste momento nada disso me faz sentido.
Sempre pensei que um dia fosse possível descrever o nosso casamento, os filhos que nós tivemos e o cão chamado Douglas. Falta-me inspiração, os meus sonhos estão perdidos e a minha felicidade desfeita.
Neste momento as laranjas não estão difíceis de descascar, mas sim impossíveis.

13 comentários:

  1. agradecia que fizesses a inscrição na página destinada a isso.
    só por uma questão de organização, para casa eu perder o documento onde registo todas as inscrições, tê-la todas organizadas num local onde sei que não as vou perder.

    ResponderEliminar
  2. Não acho que devas abdicar de algo que construiste até aqui, só porque tens os sonhos destroçados por mais dificil que seja ignorá-los.

    ResponderEliminar
  3. Não acho que devas abdicar de algo que construiste até aqui, só porque tens os sonhos destroçados por mais dificil que seja ignorá-los.

    ResponderEliminar
  4. De certeza que é uma fase má, vai passar!

    ResponderEliminar
  5. a inspiração por vezes falha , é normal.. não desistas !

    ResponderEliminar
  6. acho que não devas desistir de um coisa que te deu tanto trabalho a criar, e encher de textos que vinham do coração, da alma, e que podem ja nao fazer sentido, mas já foram parte da tua vida... nao sei que se passa, nem tenho nada a ver com isso, mas qualquer coisa que seja, vai passar, acredita em mim... já sigo o teu blog à muito muito tempo, desde que o criaste quase, e adoro os teus textos e as tuas "séries" como a Oàsis, adorava ler aquilo... força com isso, e vais ver que vai passar

    ResponderEliminar
  7. não sei o que se passou, mas acho que nao devias desistir de uma coisa que já é tua à muito tempo, que tem textos teus que te sairam do coração. da alma, que podem já não fazer sentido, mas já fizeram parte da tua vida, textos que muita gente lê.. escreves de uma maneira espetacular, já leio o blog quase desde que o criaste, acho que nao devias desistir por qualquer que seja o motivo, nao sei qual é e certamente nao tenho nada a ver com isso, mas acho que toda gente que lê os teus textos conhece um bocadinho de ti, e sabe que desistir do blog nao é soluçao, pelo contrario, penso que escrever so te ia ajudar... vá, força com isso, tens o meu apoio, e vais ver que passa.

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito