10.4.13

É


E é na tua alma que eu encontro o lar. É em ti que eu reconheço todas as minhas feições. É contigo que os meus passo seguem rumo, que o meu coração começa a palpitar. É nas tuas mãos que as minhas encontram o encaixe perfeito, o dedilhar no teu peito. É contigo que encontro o brilho, em ti, e que a minha boca aprende a amar. É no teu respirar que o meu perde o fôlego de tanto te beijar. É ao teu lado que eu começo a viver. E no final é sempre na tua alma que eu encontro o lar.

1 comentário:

Sinceridade é o único requisito