25.5.14

Imortal

Sim, ainda ouço músicas e penso nele, em momentos que nós vivemos. Sim, ainda existe a chama da paixão na nossa relação.
Temos algo especial, algo que não morre. Temos cumplicidade, desejo, amor.
E a partir do momento em que me despeço dele fica uma saudade a viver no meu coração, que só é combatida quando o vejo de novo.
Dizem que com o passar do tempo a monotomia chega e toma conta, mas conosco é diferente. É brincadeira, alegria, é festa. 
Sempre que estou prestes a estar com ele as borboletas apoderam-se da minha barriga e aquela ansiedade da primeira vez está presente. É isso que é especial, é sempre como se fosse a primeira vez, é como se tudo o que fizessemos fosse novidade. 
Fecho os olhos e vejo-o a andar até mim. Fecho os olhos e sinto o seu cheiro, o seu toque...

3 comentários:

  1. O que é bom acaba rápido. Pelo menos na minha vida.

    ResponderEliminar
  2. Tão bom amar.
    O amor merece e precisa ser cuidado todos os dias, pq sem cuiados nada sobrevive.
    Quando ambos estão dispostos a fazem a vida do outro mais feliz, tudo muda.

    bjokas =)

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito