10.2.15

Mudanças

Parece que agora que (re)comecei a escrever aqui com mais regularidade- três dias seguidos deve querer dizer alguma coisa- tenho tantas coisas para contar. 
Desde que comecei o blog que a minha vida mudou tanto. Era dia 31 de janeiro de 2010, que teria uma miúda com 16 anos para dizer? Porra, um infinito de coisas. Acreditava que podia mudar o mundo. Agora com 21 anos, com muita pena minha, sei que não o posso mudar. Agora com 21 anos, faço parte da percentagem de desempregados em Portugal. O secundário ficou para trás, como tantas outras coisas. Se soubessem as perdas que passaram por mim: a minha avó faleceu (a perda que mais me doeu), amigos que se ficaram pelo caminho... mas aqui estou eu, e sou muito mais do que acredito que posso ser, aliás tenho provado isso a mim mesma.
E acreditem que foram mais as coisas boas que aconteceram do que as más, mas dizem que as más fazem crescer, aprender.. certo? Levantar.
 E agora está na altura de mandar na minha vida, em vez de deixar que a minha vida mande em mim.

3 comentários:

  1. Quem dera se as pessoas que amamos fossem eternas, toda perda deixa a gente desorientada e triste.
    Mas a vida segue, e com ela novas oportunidades.
    Te desejo o melhor.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  2. Há sempre aquelas situações na vida em que nos fazem retomar e pensar em certos assuntos, mas essas coisas fazem parte da vida aprendemos a lidar com isso e crescemos e ganhamos experiência.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito