8.11.15

Auto-confiança procura-se

Desde que me lembro que tenho problemas de auto-confiança. Apesar de conquistar tudo a que me proponho, de provar vezes sem conta que sou capaz de conquistar o mundo, a reduzida confiança mantém-se. É muito complicado sentir-me assim, isso faz com que eu hesite, isso atrapalha-me, torna-se um obstáculo, isso não traz nada de bom. Tenho de fazer algo para que isto mude, eu sei que sim. É extremamente difícil mudar algo que já toma conta de nós há demasiado tempo, mas eu sei que não é impossível.
A primeira fase já está: admitir o problema. Alguém daqui tem dicas que possam ajudar para a solução do mesmo? Que já passou pelo mesmo e queira dar o seu testemunho?

12 comentários:

  1. Se nós não confiarmos em nosso próprio potencial ninguém o fará.
    O segredo está em vc, vai com medo mas vá e faça seu melhor.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  2. Às vezes essa falta de auto-confiança pode derivar da não aprovação dos outros. Não sei se será o caso, mas ter um pai, uma mãe ou aquelas pessoas que por mais que façamos e provemos que conseguimos, não nos apoiam, não nos aplaudem quando atingimos objectivos, não nada. Precisamos sempre da aceitação de alguém, isso é-nos inerente, mas talvez não nos preocuparmos tanto com isso será bom para nós.
    O importante é sentires-te bem contigo, ser fiel a ti mesma e estares ciente e feliz das tuas escolhas.

    (Não sei se acabei de dar um tiro ao lado, mas fica aí um pseudo testemunho)

    Beijinho,
    http://juderefrain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Eu considero-me uma pessoa confiante. Mas não acho que seja uma sensação contínua. Há sempre momentos que me levam a pensar que sou fraca, que não sou capaz. Mas tenho sempre em mente que a maioria das coisas que quis fazer fiz e bem! Eu acho que a melhor forma de confornarmos isto é acreditarmos convictamente em nós. É sabermos que os desafios existem para pessoas que sabem ultrapassá-los. É preciso mesmo um certo esforço motivacional que nos leve a acreditarmos nas boas partes de nós. E, por isso, sempre que a insegurança atacar, devemos procurar relativizar o momento, compará-lo com outros piores que já ultrapassámos.


    R: obrigada pelo teu comentário! Graças a ti, consegui mudar o blog! Muito obrigada Lúcia :)

    ResponderEliminar
  4. Quando era mais nova tinha pouca confiança no meu corpo. Acho que a maioria das raparigas passam por isso. Durante uns meses retraí-me e deixei-me afectar. Mas um dia, em casa, pus-me a pensar (e a escrever - escrever sempre me ajudou nestas coisas!) sobre todas as coisas que faziam de mim uma pessoa fantástica! E não há defeitos mais importantes que as minhas virtudes! Claro que de vez em quando volto a ter as minhas dúvidas, mas supero-as depressa e volto ao meu estado consciente (convencida) da pessoa maravilhosa que sou! =P

    ResponderEliminar
  5. Eu sou um bocadinho como tu. Mas temos de acreditar mais que somos capazes.

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente não tenho dicas para te dar, também eu sofro deste problema diariamente. A auto confiança é algo horrível, mas devemos sempre lutar contra ela, devemos sempre tentar ultrapassá-la, eu acho que devemos acreditar em nos e no quanto valemos.

    ResponderEliminar
  7. Gostava de poder ajudar...mas não sei como.

    Isabel Sá
    http://brilhpos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. É verdade que também é isso que muitas vezes que eu sinto e acho que o importante é que nós sejamos capazes de reconhecer as coisas boas que temos e não só as más.

    ResponderEliminar
  9. Não há uma fórmula! Está dentro de nós e tem de ser constantemente acarinhada!

    ResponderEliminar
  10. O truque passa por perceber que as outras pessoas também têm os seus problemas (porque a nossa auto-confiança constrói-se sempre na relação entre a maneira como nos vemos e a forma como percebemos os outros), sejam problemas de auto-confiança ou não. É um passo simples, mas se te lembrares sempre disso resulta bem.

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
  11. Percebo-te perfeitamente e parece que com o passar dos anos não melhora!
    O truque é agir como se estivesses no banho a cantar, fingir que ninguém te está a ver eheh
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Também gostava de ter dicas para te dar sobre para este problema, mas, infelizmente, não as tenho. Sofro do mesmo e acredita que afecta bastante a minha vida, a todos os níveis.
    Já me disseram, várias vezes, que não tenha razões para não confiar nas minhas capacidades, que tenho feito sempre um bom trabalho e tenho sabido lidar da melhor forma com as situações mais complicadas. Dizerem-me isto ajuda, mas não chega. Acho sempre que não vou conseguir, que não vou ser eu a escolhida, ou que não vou ser a melhor pessoa para um determinado trabalho, ou que não sou tão bonita quanto dizem, enfim...
    Já li alguns livros sobre o assunto, na esperança que me ajudasse, mas não notei melhoras.
    O que costumo fazer é repetir, todos os dias, em frente a um espelho, que vou conseguir fazer todas as tarefas que tenho para fazer. Não sei se é uma grande dica, mas o espelho comigo é o que funciona melhor. Mesmo quando tenho de fazer alguma apresentação em público, treino-as sempre primeiro à frente de um espelho...

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito