13.4.16

Carta de despedida

Tenho uma cadeira que se chama Seminário de Dinâmica de Grupo, uma cadeira que eu acho muito importante. Permite-nos conhecer melhor as pessoas, trabalha a relação entre os grupos e expõe sentimentos. Para trabalhar com pessoas é óptimo, porque até podemos escolher desde dinâmicas quebra-gelo para uma fase inicial, a qualquer outro tipo de dinâmica que se adequar ao grupo e ao momento que o grupo de pessoas estiver a viver.
Na aula de semana passada, uma das dinâmicas era escrever uma carta de despedida para a turma. Apesar de estar no primeiro ano de Licenciatura, tentei-me colocar no final dos três anos, e acredito que quando lá chegar era bem capaz de escrever algumas daquelas palavras. Foi difícil colocar-me numa situação em que não estava, além do mais só tínhamos cerca de cinco minutos e escrever assim à pressão é bem complicado. Então ficou mais uma espécie de recado do que propriamente uma carta. Assim escrevi:
Adeus.
Aqui me despeço dizendo o que me marcou ao longo deste percurso.
Foram três anos a conviver diariamente e mal sabíamos nós que íamos estar aqui, na última e derradeira queima das fitas, trajados, a brindar a um futuro promissor.
Vou ter saudades vossas, das gargalhadas que partilhamos e até algumas lágrimas.
As nossas cadeiras favoritas ficam para trás, como as pessoas que apesar de levamos no coração, com certeza caminharão por ruas diferentes das nossas.
Um carinho especial à Ándrea, à Daniela e à Rita que comigo partilharam as conquistas, os sonhos, a vida.
Há turma, deixo uma mensagem: a vida pode ter várias vírgulas, mas nunca um ponto final.

Retiro daqui uma conclusão: de facto o que nos marca são momentos, mas acima de tudo as pessoas que estiveram connosco nesses momentos.

5 comentários:

  1. Adorei, e bem criativo escrever a carta quando nem se pensa no final ainda rs...

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  2. Sabes o que costumo dizer quando relembro a faculdade? Que foram os melhores anos da minha vida. Discuti muito, chorei muito. Mas também ri, brinquei, cometi loucuras. Hoje já só falo com uma das minhas colegas mas guardo todas as outras com carinho pelo que vivemos juntas. Que foi tanto e tão bom! Quando chegares ao final da licenciatura espero que consigas olhar para trás e recordar só os bons momentos. Será bom sinal :)

    ResponderEliminar
  3. É verdade e é bom recordar esses momentos e essas pessoas com um sorriso no rosto.

    ResponderEliminar
  4. ora ai está uma ideia fantástica e é mesmo verdade... momentos inesquecíveis *

    ResponderEliminar

Sinceridade é o único requisito